Como fazer uma pesquisa de palavras-chave para o seu negócio

Por outmarketing 2 anos atrásNenhum comentário
Home  /  Inbound Marketing  /  Como fazer uma pesquisa de palavras-chave para o seu negócio
pesquisa de palavras chave

No Inbound Marketing é fundamental definir uma estratégia de Content Marketing, pois a base para atrair o target ao seu website é a criação de conteúdo relevante a partir das palavras-chave do seu negócio. Ou seja, o seu website tem de ser a resposta que o Google dá quando o seu potencial cliente pesquisa na internet. No post de hoje vamos aprender a fazer uma pesquisa de palavras-chave para utilizar na sua estratégia através do Planeador de Palavras-chave do Google.

O que é uma pesquisa de palavras-chave e qual a importância do Planeador de Palavras-chave do Google

A primeira fase do funil de vendas é atrair visitantes para o seu website, lembra-se? Para tal, eles precisam encontrar a sua empresa ao navegarem na internet. O Google é um dos canais prioritários neste processo e a sua empresa precisa aparecer ou perde um mundo de oportunidades. O primeiro passo, é pensar para si mesmo: que palavras podem eles colocar na caixa de pesquisa às quais a sua empresa dá resposta? Faça um brainstorming e aponte. Depois vá ao Google e escreva essas palavras para ver se aparecem, que resultados originam e quais as sugestões que a própria ferramenta dá ao começar a escrever. Acrescente todas as que façam sentido ao seu negócio. Finalmente, para ter mais ideias, encontrar tendências e validar se essas palavras têm pesquisas suficientes ou demasiada concorrência aproveite o potencial do Planeador de Palavras-chave do Google.

Como utilizar o Planeador de Palavras-chave do Google

Para utilizar o Planeador, só precisa entrar no Google Adwords, no menu “Ferramentas” clicar em “Planeador de Palavras-chave” e escolher a opção de “Encontrar novas palavras-chave e ver dados de volume de pesquisas”. Insira a oferta, o url da landing page (página web de destino) ou a categoria do produto ou serviço, o seu país e a língua. Com estas configurações pré-estabelecidas, está pronto para começar, embora existam filtros mais elaborados. Clique em “Obter ideias”. Vão então aparecer uma série de palavras-chave sugeridas, a média de pesquisas mensais, o lance sugerido (para o caso de, no futuro, querer anunciar no Adwords). Faça download para excel. Depois, volte ao menu principal e clique em “Exibir tendências e dados de volume de pesquisas” para colocar e analisar as palavras-chave que selecionou no brainstoming anterior. Faça download para excel. Agora já tem um vasto conjunto de palavras-chave relacionadas com o seu negócio que necessita escolher.

Por exemplo no caso da OUTMarketing, com base em “marketing digital” aparecem 440 sugestões:

Pesquisa de palavras-chave outmarketing


ideias palavras chave outmarketing


O ideal é organizá-las por grupo de anúncios, para facilitar o trabalho e descobrir/agregar palavras-chave complementares. Neste caso, sem qualquer filtro adicional, o Google sugere 21 grupos de anúncios:

grupos anuncios palavras chave outmarketing

Lembre-se de utilizar um ideal de três termos que definam a sua oferta: não seja demasiado genérico (grande concorrência e abrangência) nem específico (pouca quantidade de pesquisas) para aumentar as hipóteses de aparecer para quem realmente lhe interessa.

Para escolher as palavras-chave, além do fit total ao seu negócio, deve assim ter em conta três fatores:

  • Volume de pesquisa: o número médio de vezes que as pessoas pesquisaram essa palavra-chave exata com base no período e nas configurações de segmentação selecionados. Aqui pode ver a popularidade da palavra-chave.
  • Concorrência: o número de anunciantes que exibiram anúncios para cada palavra-chave em relação a todas as palavras-chave no Google. Aqui pode ver o grau de competitividade do canal de anúncios para uma palavra-chave (baixo, médio ou alto).
  • Lance: o valor indicativo que terá de pagar no caso de querer investir no Google Adwords. O lance sugerido é calculado considerando os custos por clique (CPCs) que os anunciantes estão a pagar pela palavra-chave, de acordo com as configurações inseridas.

Com base nas palavras-chave selecionadas, é altura de começar a criar novas páginas e otimizar as existentes para o Google entender que o seu conteúdo é a melhor resposta quando o utilizador as pesquisa! Aqui entra o SEO: consulte o nosso artigo “7 técnicas de SEO para aparecer no topo das pesquisas“. O blog também dá um suporte fundamental, pela atualização contínua que proporciona (muito importante para o Google) e pela criação de conteúdo útil e de qualidade para o público-alvo, de acordo com as palavras-chave definidas. Leia o nosso artigo “5 razões para ter um blog“.

Este post foi esclarecedor? Entre em contacto connosco se tiver qualquer questão e saiba como a OUTMarketing pode apoiá-lo a elaborar uma estratégia de Inbound Marketing completa!

Categorias:
  Inbound Marketing, Sem categoria
este post foi compartilhado 0 vezes
 000
Sobre

 outmarketing

  (161 artigos)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado