As tendências do Marketing para 2019

Por Alexandre Souza Tili 4 meses atrásNenhum comentário
Home  /  Tendências de Marketing  /  As tendências do Marketing para 2019
Tendências de Marketing para 2019
Por: Alexandre Tili
Diretor Executivo na OUTMarketing Brasil
Publicado em 12 de Março de 2019

Falar sobre tendências de marketing é sempre algo desafiador. Digo isso não por uma questão de dificuldade, mas sim pela aura que ainda existe sobre este tema. Muitos imaginam que ao lerem um conteúdo sobre as tendências, encontrarão respostas, quase que de forma mágica, para todos os problemas de Marketing. No entanto, não é dessa forma que devemos pesquisar e buscar entender sobre o que está por movimentando o mercado.

Na verdade, abordar as Tendências do Marketing está muito mais relacionado a perceber as ações inovadoras que tem se destacado durante os anos, do que realmente prever algo. Portanto, se você ainda quer planejar a sua estratégia de Marketing em 2019, é preciso mudar o seu mindset e ver as tendências como ferramentas que podem transformar a sua forma de trabalhar e consequentemente, os seus resultados.

Isso significa buscar fontes diferentes das que costuma pesquisar, criar estratégias de marketing diferentes do que já foram feitas até hoje, conhecer novas tecnologias, analisar os mercados e empresas pioneiras e entender a sua própria realidade para aplicar algumas destas inovações.

A força da inteligência artificial

Para quem está, ou acompanha de perto o que acontece no setor de Tecnologia, é impossível não reconhecer que a força da Inteligência Artificial em 2019 está ainda maior. É fato que não é apenas uma tendência, mas sim uma necessidade. Isso significa que, a sua aplicação em diferentes pontos da estratégia de Marketing é quase obrigatória para as empresas que querem se destacar nos seus segmentos. A AI pode e deve ser usada para analisar os padrões de pesquisa e comportamento dos consumidores, entender os seus interesses nos canais de social media, blog e principais páginas de um site, para assim, poder oferecer o conteúdo certo para seus clientes.

Os dispositivos móveis e smartphones deram aos consumidores o poder na palma das mãos. Agora, mais do que nunca, é preciso vê-lo como uma verdadeira central de controle para todas as interações feitas no cotidiano. A AI permite a automatização dos processos, seja através do Marketing de Conteúdo, Marketing Preventivo e o uso de ferramentas como Chatbots ou Web Personalization que garantem a customização para a solução dos problemas da sua audiência. Estar presente no momento certo, é o único caminho de garantir que as suas estratégias de Marketing garantam o resultado desejado, ou seja, mais negócios.

Invista nos micro-influenciadores

Pensar de forma diferente sempre traz resultados interessantes para as estratégias de Marketing das empresas de tecnologia. Na verdade, se falamos das tendências, temos que pensar que muitas delas só caíram no gosto pelo fato de alguém, em algum dia, ter tido aquela ideia brilhante, não é mesmo? Portanto, tentar fugir do lugar-comum pode ser sim o melhor caminho a ser seguido pela sua empresa.

Tal pensamento pode funcionar nas suas estratégias de redes sociais. Pense na sua utilização atual de plataformas como o LinkedIn, Facebook, Instagram ou Twitter, você continua a se inspirar nos grandes influenciadores? Ou, o fato de já estarem tão além da sua realidade acaba causando uma certa frustração? A chegada dos micro-influenciadores tem sido apontada como uma das principais tendências no Marketing de Influenciadores.

Investir em uma mega celebridade do seu mercado de atuação, com milhões de seguidores, é um privilégio no orçamento de poucas empresas. No entanto, porque não investir naqueles influenciadores com um público menor, porém, mais engajado e que fala muito mais direcionado para a sua persona? Experimente criar um webinar com o Youtuber que seja especializado na solução que você vende, ou criar uma ação de marketing digital com aquele influenciador que faz sucesso no LinkedIn e que, provavelmente, trará resultados mais eficazes e com menor investimento.

Hello, Siri! Ok, Google! Hi, Alexa!

É provável que já tenha lido esta referência em algum veículo, mas, é inevitável reforçar a informação publicada pela comScore apontando que em 2020, 50% das buscas serão feitas por voz. E, o que isso muda no Marketing? Tudo!

Ou seja, o conteúdo continua sendo o rei da estratégia de marketing digital, mas agora o conteúdo deve ser fluido, e ser disponibilizado não apenas em formato de texto mas também de áudio.

Se até agora criamos os nossos conteúdos para serem encontrados a partir da tradicionais ferramentas de busca de texto, é chegado a hora de investir fortemente no áudio e pensar em propostas que funcionem bem para os assistentes de voz. Siri, Google Assistant e Alexa são apenas as protagonistas de uma nova história do Marketing Digital. E, como você pode mudar isso na sua empresa? Há soluções simples e que podem fazer toda a diferença. Invista na criação de podcasts, transforme os seus eBooks em audiobooks e ofereça sempre a opção de voz nos seus conteúdos. Assim, o seu possível cliente pode encontrar sem precisar digitar uma única palavra.

Silêncio no estúdio, câmera, ação!

O audiovisual sempre fez parte da rotina do brasileiro, basta pensarmos na força dos telejornais e novelas. No entanto, nos últimos anos, o consumo desse tipo de conteúdo tem deixado de ser na TV e passado para a internet.  Em uma pesquisa realizada pela Video Viewers, Box 1824 e o Instituto Provokers, de 2014 a 2018, o brasileiro aumentou o seu consumo de vídeo na web em 135%. Ainda na pesquisa, 75% dos entrevistados  afirmou assistir estes conteúdos através do smartphone.

Junte os dados acima às mudanças que são constantemente realizadas no LinkedIn, Instagram, YouTube e Facebook. Feeds com vídeos, Lives, IGTV, Stories são apenas alguns dos recursos que privilegiam o conteúdo em vídeo. Entender estes números e dados é perceber a relevância deste formato para as estratégias de Marketing. Além disso, os conteúdos em vídeo para web ainda permitem mais flexibilidade e uma produção mais simples do que qualquer produto realizado para TV, o que permite às pequenas e médias empresas, com menor orçamento a também investirem nesta ideia.

Como iniciar a estratégia de vídeo? Inicie documentando alguns dos seus processos e compartilhando como um material educativo, por exemplo. Na prática, pode ser um webinar explicando como a ferramenta X contribui para a otimização do processo Y, mostrando os dados e abrindo espaço para perguntas. Aos poucos, a sua audiência perceberá a sua posição como autoridade no segmento e vai ver a sua empresa como a principal referência.

Concluindo

Como falamos logo no início, abordar as tendências, não é tentar encontrar informações em uma bola de cristal ou simplesmente “apostar” em alguma ação. Pensar nas tendências é entender os movimentos dos mercados pioneiros e as possibilidades de aplicações dessas ações na realidade do seu mercado. Portanto, vale a pena sim realizar uma pesquisa ainda mais profunda sobre os temas aqui listados e encontrar a melhor forma para agir de acordo com as necessidade, com as personas e recursos da sua empresa.

E na sua opinião? Quais são as outras tendências de 2019 para o marketing das empresas de tecnologia da informação?

Categoria:
  Tendências de Marketing
este post foi compartilhado 0 vezes
 000
Sobre

 Alexandre Souza Tili

  (165 artigos)

Sócio e CEO da OUTMarketing Brasil, formado em Administração de Empresas com habilitação em Comércio Exterior e pós-graduado em Gestão Estratégica de Negócios e Marketing. Alexandre Tili tem desenvolvido sua carreira com foco em Marketing e Vendas, com experiência em diversos segmentos e empresas como Sebrae, GE e Prudential. Desde 2007, quando foi Head de Marketing e Comunicação da SoftwareONE Brasil, sua atuação está direcionada para o segmento de Tecnologia da Informação com foco no B2B.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado