MOBIUS GRID

The Most Advanced Grid Generator

A Versatile Grid System

Mobius Grid Generator allows you to deeply customize the grid layout. The possibilities are really unlimited… A dedicated reorder plugin was created in order to facilitate the element order/size in the grid.

  • 4 different sizes
  • 2 different styles for portfolio and blog
  • Adjustable gutter width
  • Grid layout and Masonry Layout
  • Horizontal/Vertical layout grid
  • Custom Number of element in the grid
  • Custom reorder of each element
  • One page setting for all elements
  • Ajax or pagination grid system
  • Ajustable aspect ratio of element
  • Touch device compatibility
  • Multi instance
All
0

Different Styles

Custom Aspect Ratio

Já definiu as suas buyer personas? Saiba como e porquê.

9 de junho de 2016
Ricardo, 30 anos, IT Manager, casado, licenciado em informática, dois filhos. Gosta de surfar nas horas vagas, utiliza como principais fontes de informação o LinkedIn e o Facebook, segue medias de negócio e tecnológicos, trabalha numa seguradora, tem poderes de decisão, revela dificuldade em integrar os vários sistemas existentes na sua empresa, e uma especial preferência por fornecedores com grande nome no mercado. Acabámos de descrever, em linhas gerais, uma buyer persona de um negócio fictício de Tecnologias de Informação. A criação de buyer personas é o primeiro passo para atrair quem está efetivamente e potencialmente interessado nas suas soluções. O que é uma buyer persona? Segundo a Hubspot, idealizadora da metodologia de Inbound Marketing, buyer personas são personagens semifictícias que representam os clientes-tipo de forma genérica. Mas para que servem exatamente? Servem para compreender quem queremos atrair, o que precisam, como podemos ajudar e qual a melhor forma de nos relacionarmos. A elaboração de buyer personas é a base para todos os processos relacionados com a aquisição e retenção de clientes. Por que as buyer personas são tão importantes para o seu negócio? O conhecimento do cliente-tipo permite uma abordagem mais eficaz e assertiva, pois tudo é feito de acordo com as suas características, background, necessidades, comportamentos, desafios e obstáculos. A sua elaboração é baseada em pesquisas e insights adquiridos com os clientes atuais (o que sabe e o que precisa saber sobre eles). Normalmente, um negócio tem mais do que uma persona, por exemplo no caso da OUTMarketing existe o CEO, o Diretor de Marketing e o Diretor Comercial, cada um com o seu próprio perfil. Mas convém não abusar para não complicar a concretização da estratégia de marketing, pelo que recomendamos um máximo de 5. Como construir uma Buyer Persona? Pesquise, converse com os seus clientes e efetue brainstormings com a sua equipa (sobretudo quem está na área comercial e interage com os clientes – detêm o melhor conhecimento) Identifique e mapeie o que têm em comum Crie a persona tendo alguém real em mente para facilitar o processo , sempre com foco na resolução dos seus problemas Cada persona deverá corresponder a cada um dos seus interlocutores e incluir: Características – idade, homem/mulher, nível de instrução (pode inclusivé atribuir um nome para uma perceção mais clara e imediata) Tipo de informação que consome e onde – o que lê, como se mantém atualizado e em que fonte Tipo de empresa, setor e geografia onde trabalha Cargo, poder de decisão, fator decisivo para comprar e tempo médio para decidir Objetivos e desafios que enfrenta na sua atividade profissional (identificar depois como a sua empresa ajuda a resolver esses desafios e a atingir esses objetivos) Objeções que apresenta no processo de compra (identificar depois como pode contrapô-los) Também é útil entender o que motiva os seus clientes e o que mais valorizam na sua empresa/relação, para salientar esses aspetos na atração de novos leads. Com as personas criadas, avance então para a definição dos conteúdos dirigidos a cada uma delas e de acordo com

As empresas de TI devem investir em Marketing ou simplesmente contratar um novo vendedor?

4 de fevereiro de 2016
Muitos CEOs, sobretudo os das Pequenas e Médias Empresas (PME), têm alguma dificuldade em justificar a existência dos departamentos de Marketing nas suas empresas de TI. Para eles, o Marketing é um custo que é dificilmente explicável e cujo retorno é relativamente abstrato, dado ser, na sua ótica, quase imensurável. Para esses CEO, contratar uma agência de Marketing é um pouco como ir ao psicólogo: dizem que é preciso quando algo não está bem, mas ninguém percebe quais as suas vantagens. Quando confrontados com orçamentos de Marketing, não será invulgar encontrar aqueles que pensam que, com a mesma verba, poderiam colocar mais dois ou três vendedores a «bater portas».   Angariar clientes já não é o que era: bem-vindo à época da atração A verdade é que vivemos hoje numa era em que os clientes, sejam empresas ou consumidores finais, já não são facilmente influenciados e têm um maior conhecimento do mercado, da oferta, da concorrência e até dos preços. É a era da informação e da atração, em que a tradicional «lábia» de vendedor deu lugar a conteúdos de relevo e em que a influência foi substituída pela autoridade. O departamento de Marketing de uma empresa de TI ou a agência de Marketing dessa empresa dispõe das ferramentas e do know-how necessários para atrair potenciais clientes aos vários canais de contacto disponíveis. Mais do que ineficazes, as «cold calls» (contatos telefónicos para potenciais clientes) são hoje consideradas intrusivas e invasivas e podem ter até o efeito contrário ao que o seu departamento de vendas pretende. Muito mais do que «entrar» pela casa ou pelo escritório de um cliente adentro, as vendas são hoje feitas à base do poder de atração que a sua empresa de TI pode ou não exercer sobre o target. Quando um cliente – consumidor final ou empresa – precisa de um produto ou serviço vai procurá-los onde lhe é mais conveniente, nomeadamente nos canais digitais: no Google, nas redes sociais ou nas newsletters que recebe no e-mail.   Já não basta insistência e dois «palmos de cara» para fechar uma venda em TI Tentar «impingir» produtos ou serviços é uma técnica ultrapassada e que pode ter efeitos adversos. Já ninguém agenda reuniões pela linda cara de um vendedor ou vendedora, é necessário que o potencial cliente reconheça 2 vantagens no produto ou serviço que quer vender: valor acrescentado e credibilidade. Para muitos, o preço é também uma variável importante. Ora, a sua empresa de TI só vai conseguir ser uma autoridade no mercado onde se move e demonstrar o seu valor acrescentado por via de ações de Marketing. E essas ações de Marketing têm mais efeito quando criadas por quem sabe. E é esta lógica que tem levado muitas empresas de TI a contratar os serviços de agências de Marketing especializadas.   Vantagens do Marketing em relação à venda direta É sugestivo e não invasivo É direcionado e não desperdiça recursos É totalmente mensurável com as ferramentas certas É mais barato É mais assertivo e

Como gerar leads em épocas difíceis do ano?

27 de janeiro de 2016
Algumas épocas do ano, como o Natal, o Ano Novo ou as férias de verão são extremamente importantes para alguns negócios e representam um pico de procura que as empresas não podem desconsiderar. É nesta época que o Marketing mais deve funcionar, não apenas na divulgação das soluções e da marca, mas também na geração de leads e oportunidades de vendas. Um hotel não pode dar-se ao luxo de não ter clientes no Verão ou no Ano Novo. Isto aplica-se também a diversas áreas das Tecnologias de Informação. Imagine-se, por exemplo, uma empresa de software de gestão e contabilidade ou uma marca de tecnologia de consumo. Como não é possível perder vendas em nenhum período do ano (crítico ou não), o grande desafio que se coloca às empresas de Tecnologia da Informação (TI) é fazer o Marketing funcionar de forma eficiente para gerar leads, indiferente de sazonalidades.   Inbound Marketing pode ser a resposta que tanto procura para gerar leads em épocas difíceis A resposta pode passar pelo Inbound Marketing, uma vertente do Marketing Digital que visa atrair clientes em vez de os procurar ativamente, gerando leads mais qualificadas e clientes mais despertos para o que pretende vender. O Inbound Marketing utiliza exclusivamente os canais digitais e funciona como uma espécie de íman, que atrai potenciais clientes que procuram na web informação sobre temas e termos ligados ao seu negócio, aos seus produtos, serviços ou soluções. Também denominado Marketing de Atração, o Inbound Marketing alimenta a sua estratégia nos conteúdos ricos, que podem assumir vários formatos: artigos de Blog, Newsletters, eBooks, Quizs, Relatórios de Mercado, Casos de Sucesso e outros.   Chamar a atenção e atrair, educando e nutrindo: eis o Marketing de hoje Ao despertar o interesse dos leitores, estes artigos chamam a atenção para as suas soluções, a forma como podem solucionar problemas e ser a resposta às suas necessidades. Os conteúdos ricos do Inbound Marketing servem igualmente para educar alguns potenciais clientes menos despertos para o que vende, funcionando como alimento para nutrir o seu «apetite» pela oferta que disponibiliza. Este processo de nutrição é efetuado por um fluxo automatizado de conteúdos, que são enviados assim que o cliente permite, cadastrando os seus contatos. À medida que o cliente ou prospect vai recebendo, de forma automatizada, conteúdos mais evoluídos, vai ficando mais atento e conhecedor das soluções de TI que a sua empresa oferece, como soluciona suas “dores” e vai avançando no chamado funil de vendas. Quando estiver no fundo do funil, ou seja, já com vontade de comprar as suas soluções, o departamento de marketing da sua empresa, envia aquela oportunidade para o time comercial, para que então seja abordado por um consultor de vendas. Esta é uma forma extremamente eficaz de gerar leads para empresas de tecnologia da informação (TI) através do departamento de Marketing. Hoje, na era da informação, a abordagem intrusiva já não funciona como há anos atrás.   Dê um passo em frente, modernize-se e desenvolva estratégias de Marketing para gerar leads

Como fazer o Marketing gerar leads em alturas críticas do ano?

27 de janeiro de 2016
Algumas épocas, como o Natal, o Ano Novo ou o Verão são extremamente importantes para alguns negócios e representam um pico de procura que as empresas não podem descurar. É nestas alturas que o Marketing mais deve funcionar, não apenas na divulgação da oferta e da marca, mas também na geração de leads e oportunidades de vendas. Um hotel não pode dar-se ao luxo de não ter clientes no Verão ou no Ano Novo. Isto aplica-se também a diversas áreas das Tecnologias de Informação. Imagine-se, por exemplo, uma empresa de software de gestão e contabilidade ou uma marca de tecnologia de consumo. Como poderiam descurar o Natal ou o Ano Novo? Como não é possível perder as alturas cruciais do ano em termos de vendas, o desafio que se coloca às empresas de TI é fazer o Marketing funcionar de forma eficiente para gerar leads nesses picos de procura.   Inbound Marketing pode ser a resposta que tanto procura para gerar leads em alturas críticas A resposta pode passar pelo Inbound Marketing, uma vertente do Marketing Digital que visa atrair clientes em vez de os procurar ativamente, gerando leads mais qualificadas e clientes mais despertos para o que pretende vender. O Inbound Marketing utiliza exclusivamente os canais digitais e funciona como uma espécie de íman, que atrai potenciais clientes que procuram na web informação sobre temas e termos ligados ao seu negócio, aos seus produtos, serviços ou soluções. Também denominado Marketing de Atração, o Inbound Marketing assenta a sua estratégia nos conteúdos ricos, que podem assumir vários formatos: artigos de Blog, Newsletters, eBooks, Quizs, Relatórios de Mercado e outros.   Chamar a atenção e atrair, educando e nutrindo: eis o Marketing de hoje Ao despertar o interesse dos leitores, estes artigos chamam a atenção para as suas soluções e a forma como podem solucionar problemas e ser a resposta às suas necessidades. Os conteúdos ricos do Inbound Marketing servem igualmente para educar alguns potenciais clientes menos despertos para o que vende, funcionando como alimento para nutrir o seu «apetite» pela oferta que disponibiliza. Este processo de nutrição é efetuado através de um fluxo automatizado de conteúdos, que são enviados assim que o cliente nos faculta os seus dados de contato, nomeadamente o endereço de e-mail. À medida que vai recebendo, de forma automatizada, conteúdos mais evoluídos, o cliente vai ficando mais desperto para o seu produto ou serviço e vai avançando no chamado funil de vendas. Quando estiver no fundo do funil, ou seja, desperto e com vontade de comprar as suas soluções, o cliente é então abordado pelo departamento de vendas, que foi avisado pelo Marketing de que tinha um lead à disposição e com vontade de comprar. Esta é uma forma extremamente eficaz de gerar leads através do seu departamento de Marketing. Hoje, na era da informação, a abordagem intrusiva já não funciona como há anos atrás.   Dê um passo em frente, modernize-se e aprenda a pôr o seu Marketing a gerar leads.

Mas afinal o que faz uma agência de Marketing Digital?

26 de janeiro de 2016
Esta é a pergunta que muitos CEOs de empresas de tecnologia fazem diariamente quando confrontados com novidades, notícias e debates sobre Marketing Digital. A expressão é globalmente utilizada, multiplicam-se os anúncios de recrutamento para especialistas e abrem cada vez mais agências de Marketing Digital. Mas, na verdade, ainda há muitos CEO que não sabem o que fazem e quais as mais-valias de uma agência de Marketing Digital. Este «post» é para eles e pretende desmistificar de vez algumas ideias pré-concebidas. Uma agência de Marketing Digital trabalha para aumentar a notoriedade da sua empresa no mercado onde se move e se destacar da concorrência. Quanto mais notoriedade a sua empresa de TI tiver, mais autoridade lhe vão atribuir e mais leads tenderá a gerar. Um lead é um contato ou uma manifestação de interesse que pode culminar numa oportunidade de negócio e, em último caso, numa venda. Quantos mais leads uma empresa tiver, maiores serão as probabilidades de aumentar o seu volume de negócios. E como uma agência de Marketing Digital atrai esses leads? Há toda uma estratégia definida com base no perfil de cada empresa de TI, do seu mercado e do seu target. É aquilo a que se chama a definição das personas. Uma persona é a «personificação» de um alvo-tipo de cada empresa, a quem é dado um nome fictício e atribuídas caraterísticas, desafios a vencer na sua atividade profissional e um estado na jornada de compra. A jornada de compra é a fase em que o target se encontra face aos produtos ou serviços que a sua empresa de TI comercializa. Há várias jornadas de compra num funil de vendas: aprendizagem e descoberta, reconhecimento do problema, consideração da solução e decisão de compra. Em função do target a endereçar, o passo seguinte é a criação de conteúdos direcionados para cada persona. Estes conteúdos podem assumir a forma de artigos de blog, eBooks, questionários, infográficos ou «white-papers», entre outros. O objetivo é ir «educando» o cliente com informação até ele passar de uma jornada de compra para outra, até estar pronto para comprar o produto ou serviço que pretende vender. Ao mesmo tempo que o conteúdo vai sendo disponibilizado ao target, é-lhe solicitada informação para tornar o seu perfil mais completo e adequar os conteúdos cada vez mais às suas necessidades. Esta fase da nutrição de personas é a essência do trabalho de uma agência de Marketing Digital e recorre a várias plataformas e ferramentas, como blogs, newsletters, redes sociais e e-mail Marketing. Saiba o que uma agência de Marketing Digital pode fazer pela sua empresa de TI.

Recupere a vida social e familiar com a ajuda do Marketing Digital

21 de janeiro de 2016
O dia-a-dia de um empresário é, por regra extremamente intenso e sem períodos de folga. Reuniões, almoços, relatórios, análises, gestão de pessoas, e… decisões, muitas decisões. É um trabalho integral, e, muitas vezes, sem fins-de-semana, sem férias e… sem dormir. Para quem tem família, a falta de tempo e a rotina acelerada podem ser difíceis de gerir. Delegar pode ser uma boa solução, mas é sempre necessário supervisionar a realização das tarefas e controlar os resultados. Outra opção a considerar poderá ser o outsourcing de algumas funções internas da sua empresa.   Já ouviu falar de outsourcing de Marketing Digital para pequenas e médias empresas de TI? Com certeza você concordará que o Marketing Digital é hoje indispensável à melhoria do desempenho do departamento comercial das empresas de TI. Além da aposta na venda proativa e na divulgação Outbound, é hoje essencial apostar no Inbound Marketing, recorrendo a um conjunto de ferramentas digitais para delinear e seguir uma estratégia contínua de atração de potenciais clientes. O outsourcing de Marketing Digital para pequenas e médias empresas de tecnologia da informação permite que os CEOs e Diretores dessas empresas possam deixar nas mãos de profissionais a tarefa de impulsionar as suas ações de Marketing, através de uma aposta forte no Marketing de Resultados, que combina o Inbound e o Outbound Marketing.   O que o Marketing Digital para pequenas e médias empresas de tecnologia pode mudar na sua vida? Pode trazer melhorias significativas em termos de otimização do seu dia-a-dia, deixando mais tempo para a sua família e vida social. Enumeramos aqui apenas algumas delas: Delegar o Marketing da sua empresa para uma equipe de profissionais experientes e conhecedores do mercado de tecnologia da informação Preocupar-se apenas com os resultados e não com a execução de tarefas Deixar de perder tempo em reuniões exaustivas com o seu departamento de Marketing Ter mais tempo para as áreas «core» do seu negócio Otimizar os seus tempos livres Melhorar a sua saúde Ter mais tempo para a família e amigos Recuperar a sua vida social Qualidade de vida   Deixe o Marketing com quem sabe. Aposte no Marketing Digital para pequenas e médias empresas e tenha mais tempo para você, para a sua família e seus amigos. Respire fundo e recupere a sua vida social.   Agende uma reunião com a OUTMarketing Brasil e conheça os serviços de Marketing Digital para pequenas e médias empresas de TI.

Recupere a vida social e familiar com a ajuda do Marketing Digital

21 de janeiro de 2016
O dia-a-dia de um empresário é, por norma, extremamente intenso e sem tempos mortos. Reuniões, almoços, relatórios, análises e… decisões, muitas decisões. É um trabalho a tempo inteiro, sem folgas e, muitas vezes, sem fins-de-semana, sem férias e… sem dormir. Para quem tem família, a falta de tempo pode ser difícil de gerir. Delegar pode ser uma boa solução, mas é sempre necessário supervisionar a realização das tarefas e controlar os resultados. Outra opção a considerar poderá ser o outsourcing de algumas funções internas à sua empresa.   Já ouviu falar de outsourcing de Marketing Digital para pequenas empresas de TI? Por certo, concordará que o Marketing Digital é hoje indispensável à melhoria do desempenho do departamento comercial das empresas de TI. Além da aposta na venda proactiva e na divulgação Outbound, é hoje essencial apostar no Inbound Marketing, recorrendo a um conjunto de ferramentas digitais para delinear e seguir uma estratégia contínua de atração de potenciais clientes. O outsourcing de Marketing Digital para pequenas empresas permite que os CEO dessas empresas possam deixar nas mãos de profissionais a tarefa de impulsionar as suas ações de Marketing, através de uma aposta forte no Marketing de Resultados, que combina o Marketing Inbound e Outbound.   O que o Marketing Digital para pequenas empresas pode mudar na sua vida? Pode trazer melhorias significativas em termos de otimização do seu dia-a-dia, deixando mais tempo para a sua família e vida social. Enumeramos aqui apenas algumas delas: Delegar o Marketing da sua empresa numa equipa de profissionais experientes Preocupar-se apenas com os resultados e não com a execução de tarefas Deixar de perder tempo em reuniões exaustivas com o seu departamento de Marketing Ter mais tempo para as áreas «core» do seu negócio Otimizar os seus tempos livres Melhorar a sua saúde Ter mais tempo para a família e amigos Recuperar a sua vida social Deixe o Marketing com quem sabe. Aposte no Marketing Digital para pequenas empresas e tenha mais tempo para si e para a sua família e amigos. Respire e recupere a sua vida social.   Agende uma reunião com a OUTMarketing e conheça os serviços de Marketing Digital para pequenas empresas de TI.